As pré-épocas desportivas estão aí – abram a porta ao espectáculo e à ciência.

Prevenção de lesões de sobrecarga no ombro.

Está interessado em reduzir 28% as lesões de sobrecarga do ombro em jogadores de andebol, quer sejam do género masculino quer do feminino?

Sim! Nesse caso, temos boas notícias para si: em 10 minutos é possível realizar os 5 exercícios do programa de prevenção de lesões do ombro do Oslo Sports Trauma Research Center. Além disso, os exercícios são parte do aquecimento, sendo suficiente fazê-los em 2 ou 3 treinos por semana. Estes perspectivam melhorar a amplitude de movimento da gleno-humeral, a mobilidade torácica, a força dos rotadores externos, dos músculos peri-escapulares e da cadeia cinética.

O programa surgiu dos trabalhos de doutoramento do Fisioterapeuta Stig Haugsbø que defendeu a sua tese com brilhantismo no passado dia 26 de Junho de 2018 na Escola Norueguesa de Ciências do Desporto. Particularmente, os resultados decorrem do primeiro e, até à data, único estudo randomizado controlado que teve por objectivo a prevenção de lesões de sobrecarga do ombro em jogadores de andebol profissionais: https://bjsm.bmj.com/content/51/14/1073.

Admite-se que o programa de prevenção traga também benefícios para outros desportos de lançamento.

A prevenção de lesões no ombro tem vindo a ganhar espaço e outro bom exemplo é o trabalho que o Baseball Medical and Safety Advisory Committee dos EUA desenvolveu no âmbito de recomendar quando, quantos e que tipo de lançamentos devem ser realizados em função da idade dos jovens basebolistas. Isto, com o intuito de os proteger, uma vez que há associação entre o incumprimento das orientações e a probabilidade dos jogadores serem submetidos à cirurgia de Tommy e John, i.e., cirurgia de reconstrução do ligamento colateral medial do cotovelo.

Uma realidade transversal ao desporto parece ser o desfasamento no nível de informação e formação de práticas baseadas na evidência. Assim, as estratégias de comunicação e disseminação das boas práticas são um exercício de responsabilidade social e profissional no qual militamos.  Hoje, sabemos que dedicar mais tempo à prevenção de lesões no desporto é contribuir para o melhor desempenho individual e/ou colectivo e, portanto, ao sucesso desportivo e a uma sociedade mais saudável.

Convidamos os nossos leitores a estarem presentes nas V Jornadas Saúde Atlântica em que iremos discutir o papel da Reabilitação Desportiva, Actividade Física e Nutrição.

 

 

0respostas em "As pré-épocas desportivas estão aí – abram a porta ao espectáculo e à ciência."

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dom Henrique Research Centre all rights reserved
X