Retensionamento e centralização do menisco subluxado – “autotransplante” meniscal, uma nova técnica cirúrgica

Meniscus Subluxation Retensioning: “Autotransplant” / Retensionamento Meniscal

João Espregueira-Mendes, Renato Andrade, Luís Silva, Bruno Pereira,

Nuno Sevivas, Ricardo Bastos

A Clínica do Dragão – Espregueira-Mendes Sports Centre – FIFA Medical Centre of Excellence é um centro de referência internacional no tratamento de lesões meniscais e das lesões da cartilagem, sendo um centro de excelência do ICRS – International Cartilage Regeneration & Joint Preservation Society  Com o objectivo de proporcionar cada vez melhores e mais avançados tratamento na área das lesões cartilagineas desenvolvemos uma nova técnica que consiste no retensionamento meniscal para criar uma espécie de “Autotransplante” que devolverá o menisco extrusado à sua posição anatómica.

 

Em que consistiu o estudo?

O estudo consistiu na descrição de uma nova técnica cirúrgica para o tratamento da osteoartrose precoce do joelho associada a extrusão meniscal com o objetivo de reestabelecer e centralizar a posição meniscal anatómica através de um retensionamento meniscal , assegurando assim as suas funções fisiológicas na preservação da degeneração da cartilagem articular.


Porquê esta técnica?

  • A extrusão meniscal (quando a porção periférica do menisco se estende para além da margem da tíbia) resulta em alterações da biomecânica normal do joelho e na perda das funções que o menisco desempenha na absorção e redistribuição das forças no joelho, potencialmente levando ao aparecimento e progressão da osteoartrose do joelho.
  • Esta técnica de retensionamento meniscal permite centralizar e reposicionar o menisco na sua posição anatómica, o que irá permitir que este reestabeleça as suas funções na manutenção da homeostase do joelho.

 

Quais as vantagens desta técnica?

  • O procedimento pode ser considerado como um “auto-transplante” meniscal, reestabelecendo as funções biomecânicas e fisiológicas nativas do menisco.
  • O procedimento de retensionamento meniscal é minimamente invasivo e pode aliviar os sintomas de dor e evitar a progressão da osteoartrose.
  • Adia a necessidade da colocação de uma prótese parcial ou total do joelho.
  • A cirurgia pode facilmente ser usada concomitantemente com outros procedimentos cirúrgicos (como por exemplo, osteotomias de realinhamento da tíbia ou do fêmur, reconstruções ligamentares ou procedimentos de cartilagem).
  • Reestabelece a cobertura meniscal, diminui o contacto com a cartilagem ou osso subcondral e restaura o espaço articular do compartimento femorotibial afetado.

 

Pode aceder à descrição completa e vídeo da técnica através do seguinte link: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2212628718301968

Convidamos os nossos leitores que desejarem aprofundar o conhecimento sobre o tratamento das lesões osteoarticulares a estarem presentes nas VI Jornadas Saúde Atlântica que decorrerão nos dias 15 e 16 de Novembro de 2019. Teremos uma mesa dedicada ao diagnóstico e tratamento de lesões cartilagíneas. Pode consultar o programa aqui.

Caso esteja com problemas na articulação do joelho poderá ligar o 220 100 100 para marcar consulta com os nossos especialistas da Unidade do Joelho da Clínica do Dragão!

Junho 27, 2019

0 responses on "Retensionamento e centralização do menisco subluxado - “autotransplante” meniscal, uma nova técnica cirúrgica"

Leave a Message

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Dom Henrique Research Centre all rights reserved
Translate »
X