O futebol é o desporto mais popular do mundo e com maior número de participantes. No entanto, é também o desporto com maior número de incidência de lesões, sobretudo de membro inferior.

A FIFA – Federação Internacional de Futebol e a sua comissão médica têm como uma das maiores preocupações a proteção e promoção da saúde dos atletas, deste modo, a redução e prevenção das lesões em substituição do controlo e intervenção tornou-se um dos seus objetivos principais.

No futebol existem dois grandes grupos de lesões: as de contacto e a lesões sem contacto. As regras de jogo, quando implementadas de forma correta e rigorosa, a educação para o fairplay e o desenvolvimento das habilidades técnicas têm um efeito positivo e parecem ser eficazes na redução das lesões de contacto. Estava em falta medidas que reduzissem e ajudassem a prevenir as lesões sem contacto.

Para colmatar a falha acima referida a FIFA e o seu centro de Pesquisa e avaliação médica (F-Marc, Medical Assessment na Research Centre) desenvolveram em 2006 um plano de exercícios de aquecimento para prevenção e redução das lesões do membro inferior mais comuns no futebol.

A literatura tem confirmado o efeito preventivo deste programa demonstrando que as equipas que implementaram o programa FIFA 11+ apresentam uma redução entre 30 a 70% do número de lesões. Além do efeito preventivo os estudos mostraram também um aumento da performance e das competências motoras (agilidade, dinâmica, equilíbrio, poder de salto e capacidades técnicas.

A eficácia dos programas Fifa 11+ na prevenção de lesões pode ser observada entre 10 – 12 semanas de aplicação. No entanto está dependente a frequência de aplicação do programa no micro-ciclo de treino-jogo.

Face aos bons resultados apresentados neste primeiro programa de prevenção a FIFA decidiu adptar e desenvolver novos programas destinados a outra população alvo, nomeadamente, as crianças (FIFA 11+ Kids)  e a equipa de arbitragem (FIFA 11+ Referees). Além disso, com o aumento do número de lesões do membro superior nos últimos anos foi desenvolvido também um programa de prevenção para membro superior (FIFA 11+ Shoulder) destinado sobretudo aos guarda-redes.

 


FIFA 11+

Nº de exercícios

15 exercícios

Estrutura

 Programa dividido em 3 partes:

  • Parte 1 – Exercícios de corrida em baixa velocidade combinados com alongamento ativo e contactos controlados entre jogadores;
  • Parte 2 – Exercícios focados na força de membros inferiores e core, equilíbrio, pliom etria e agilidade. Todos estes exercícios apresentam 3 níveis de dificuldade;
  • Parte 3 – Exercícios de corrida em modera/alta velocidade combinados com movimentos de fixação/partida.

* Nos aquecimentos dos jogos só a parte 1 e a parte 2 são realizadas.

Grupo populacional a que se destina
Futebol amador e profissional, feminino e masculino, a partir dos 14 anos.

Tempo de execução
20 minutos

Quando realizar
Substitui aquecimento de treinos e jogos, pelo menos 2 vezes por semana.

Elementos chave do programa para a prevenção de lesões

  • Estabilidade do core;
  • Controlo e equilíbrio neuromuscular;
  • Força excêntrica da musculatura da coxa;
  • Pliometria e agilidade.

 

 



FIFA 11+ Kids

Nº de exercícios

7 exercícios

Estrutura

Os exercícios contêm 5 níveis com um aumento progressivo da dificuldade.

*A mudança de nível deve ser individualizada para cada atleta, em cada exercício.

Grupo populacional a que se destina

Atletas de futebol, feminino e masculino, entre os 7 e os 13 anos.

Tempo de execução  

15 a 20 minutos

* Uma vez que os jogadores tenham aprendido os exercícios.

Quando realizar

Substitui aquecimento antes do treino.

Elementos chave do programa para a prevenção de lesões

  • Coordenação e equilíbrio;
  • Força muscular de core e membros inferiores;
  • Otimização das técnicas de queda.

 


FIFA 11+ Shoulder

Nº de exercícios

19 exercícios

Estrutura

Programa dividido em 3 partes:

  • Parte 1 – Exercícios de aquecimento geral.
  • Parte 2 – Exercícios para aumentar a força, endurance e estabilidade da musculatura do ombro, cotovelo, punho e dedos. Deve ser realizado com cargas de treino baixas (2 – 3 kg) e com elevado número de repetições (3 séries de 15 a 20 repetições). Todos os exercícios incluídos nesta parte apresentam três níveis de dificuldade (A, B e C).
  • Parte 3 – Exercícios para estabilidade de core e controlo neuromuscular. Estes exercícios devem ser realizados a alta velocidade entre 5 a 6 séries com 15 a 20 repetições.

    Grupo populacional a que se destina

    Guarda-redes de futebol e futsal, amador e profissional, feminino e masculino, entre os 7 e os 13 anos.Tempo de execução
    20 a 25 minutos (parte 1 – 7 minutos; parte 2 – 9 a 10 minutos; par te 3 – 9 a 10 minutos).
    * Uma vez que os jogadores tenham aprendido os exercícios.Quando realizar
    Substitui o aquecimento antes do treino, 3 vezes por semana.

Elementos chave do programa para a prevenção de lesões

  • Estabilidade do core;
  • Controlo neuromuscular;
  • Força muscular excêntrica dos rotadores;
  • Agilidade.

 


FIFA 11+ Referees

Nº de exercícios

18 exercícios

Estrutura

Programa dividido em 3 partes:

  • Parte 1 – Exercícios de corrida;
  • Parte 2 – Exercícios específicos para focados no aumento da força, equilíbrio e agilidade do core e membros inferiores. Todos os exercícios desta parte apresentam dois níveis de dificuldade progressiva.
  • Parte 3 – Exercícios de corrida.

* Nos aquecimentos dos jogos só a parte 1 e a parte 2 são realizadas.

Grupo populacional a que se destina

Árbitros, do sexo masculino ou menino, de futebol profissional ou amador.

Tempo de execução

20 minutos

* Uma vez que os jogadores tenham aprendido os exercícios.

Quando realizar

Substitui aquecimento antes dos treinos e jogos, pelo menos duas vezes por semana.

Elementos chave do programa para a prevenção de lesões

  • Estabilidade do core;
  • Controlo e equilíbrio neuromuscular;
  • Trabalho excêntrico de isquiotibiais;
  • Pliometria e agilidade.

 


Considerações a ter na implementação dos programas de prevenção FIFA:

  1. Os programas foram desenvolvidos intencionalmente de forma progressiva e, por isso, os exercícios devem ser realizados de forma sequencial;
  2. Em média são necessários 2 a 3 treinos para que todos os atletas de uma equipa aprendam os exercícios de forma correta no menor grau de dificuldade;
  3. As instruções devem ser curtas, claras e precisas;
  4. Durante a execução dos exercícios deve ser realçada a importância da correção postural e do controlo e alinhamento entre os diferentes segmentos dos corporais;
  5. Os exercícios devem começar com um número baixo de repetições e distâncias curtas. Só quando realizados de forma correta é que deve progredir;
  6. Nos programas acima mencionados, para que haja evolução no nível exercícios que apresentam diferentes graus de dificuldade (FIFA 11+ kids e as partes 2 do FIFA 11+ , FIFA 11+S, FIFA 11+ Referees), estes devem ser realizados de forma correta e sem dificuldade, num tempo específico e com progressão considerável de número de repetições;
  7. As mudanças no nível dos exercícios devem ser realizadas de forma individualizada para cada atleta. É expectável que em 3-4 semanas todo o plantel consiga subir de nível.

Os programas de prevenção da FIFA apresentam como principais benefícios a diminuição de lesões, a redução dos custos e melhoria da performance. A sua implementação é da responsabilidade dos treinadores, profissionais da área do desporto, fisioterapeutas, médicos,… Tanto a equipa médica mas também equipa técnica têm um papel preponderante.

A operacionalização prática do programa FIFA 11+ será explorada no curso Prevenção de Lesões Desportivas: O papel do fisioterapeuta da Academia Clínica Espregueira.

Curso

Prevenção de Lesões Desportivas: O papel do fisioterapeuta